Biotratamento de vinhaça sintética e geração de eletricidade utilizando uma célula a combustível microbiana

Cristiane Angélica Ottoni, Marta Simoes, Jonas Gomes dos Santos, Luciana Peixoto, Rodrigo Fernando Brambilla de Souza, Almir Oliveira Neto, António Guerreiro de Brito, Alfredo Eduardo Maiorano

Research output: Chapter in Book/Report/Conference proceedingChapter

51 Downloads (Pure)

Abstract

O Brasil é um dos maiores produtores de etanol no mundo, no entanto, durante o processo de obtenção deste combustível, elevadas quantidades de vinhaça são geradas, em média, para cada litro de etanol produzido são gerados 13 litros deste resíduo. A vinhaça possui propriedades físicas e químicas que podem desencadear efeitos nocivos à biota, deste modo, existe um interesse crescente em identificar novas tecnologias para o seu tratamento. A utilização de células a combustível microbianas (CCMs) apresenta um enorme potencial, uma vez que, pode promover simultaneamente o tratamento deste resíduo e a biogeração de energia elétrica, pela conversão da energia química disponível nesses substratos biodegradáveis diretamente em eletricidade, por meio da ação catalítica de bactérias eletrogênicas aderidas ao eletrodo. Neste contexto, o presente estudo avaliou a utilização de uma CCM de câmara dupla no tratamento de vinhaça sintética. Durante a operação deste reator foi detectada uma máxima densidade de potência de 330 mW·m-2 e uma redução na demanda química de oxigênio (DQO) em 58,8% após 28 dias. Diante destes resultados preliminares, a tecnologia CCM pode ser considerada promissora no tratamento da vinhaça, contudo, estudos a respeito da configuração, tipo de inóculo e formas de operação da CCM são necessários para que amplie sua eficiência.
Original languageEnglish
Title of host publicationAvanços Científicos e Tecnológicos em Bioprocessos
EditorsAntonella Carvalho de Oliveira
Place of PublicationBrazil
PublisherAtena Editora
Pages163-171
ISBN (Print)978-85-85107-47-5
DOIs
Publication statusE-pub ahead of print - 31 Oct 2018

Keywords

  • Vinhaça sintética
  • Célula Combustível Microbiana
  • BactériaRedutora de sulfato
  • Demanda Química de oxigênio
  • Densidade de potência.

Cite this

Ottoni, C. A., Simoes, M., dos Santos, J. G., Peixoto, L., de Souza, R. F. B., Neto, A. O., de Brito, A. G., & Maiorano, A. E. (2018). Biotratamento de vinhaça sintética e geração de eletricidade utilizando uma célula a combustível microbiana. In A. C. de Oliveira (Ed.), Avanços Científicos e Tecnológicos em Bioprocessos (pp. 163-171). Atena Editora. https://doi.org/10.22533/at.ed.475180110